Esse amor que sufoca,
esse amor que liberta,
ah o amor,
Esse que às vezes transborda,
esse que às vezes vai embora.
Ah, o amor esse que não acaba,
esse que se transforma,
um dia fogo, furacão
outro vento, brisa leve.
Ah, o amor,
esse que sempre iremos sentir,
e que iremos sofrer
quando partir.
E esse que se acreditarmos
jamais terá fim.